Veja 4 dicas de Mad Men

Você já conhece a série Mad Men? O drama é tido como um dos mais bem produzidos de todos os tempos graças ao modo como remonta a vida e os costumes vigentes nos anos 1950 e 1960. Figurino, trilha sonora, atuação, cenários: tudo na série é minuciosamente planejado para levar o espectador em uma viagem no tempo.

O foco da série é lançado sobre uma agência de publicidade de Nova York, Sterling Cooper. Um dos diretores de criação dessa agência, Don Draper, é o protagonista. Ele é perspicaz, criativo, ousado e, embora não seja um modelo a ser seguido na vida pessoal, pode ensinar diversas boas lições aos publicitários.

Quer ver o que podemos aprender com Don Draper e os demais publicitários de Mad Men? Confira este post!

1. Converse com as pessoas

Em seus melhores momentos, Don Draper era capaz de vender qualquer coisa. Para isso, ele recorria a técnicas muito simples, como conversas informais com os consumidores de seus clientes. Com isso ele entendia suas dores e necessidades, criava um perfil e via como eles interagiam com as marcas.

Uma das primeiras cenas do seriado já ilustra essa tática: Don pergunta a um garçom “por que você fuma Old Gold?” para entender os motivos pelos quais ele optava por determinada marca de cigarros e, assim, elaborar estratégias de marketing para um de seus principais clientes — Lucky Strike.

Na agência, algumas cenas sugeriam pesquisas de público-alvo com grupos focais e estudo de personas. Don costumava reforçar a importância de falar as coisas certas para as pessoas certas dizendo que a propaganda não era uma obra de arte, mas que ela deveria resolver problemas.

2. Trabalhe sem pressa

Outra técnica interessante dos publicitários da Sterling Cooper — que pode ser facilmente introduzida no cotidiano de qualquer profissional da área — era trabalhar sem pressa. Don Draper, por exemplo, frequentemente buscava inspiração em algumas doses de uísque ou saía para dar uma volta, mesmo com os prazos apertados.

Segundo ele, as ideias só aparecem quando o cérebro está descansado. Em um episódio, ele sugere a Peggy Olsen — personagem que cresce bastante na trama para simbolizar os movimentos feministas da época — que ela pense profundamente sobre a campanha e que, posteriormente, tente esquecê-la.

“De repente uma ideia aparecerá na sua cara”, profetiza Draper.

3. Invista no trabalho em equipe

Em certas ocasiões, Don Draper era bastante egocêntrico, cabeça dura e centralizador: ele era o principal responsável por criar slogans e gostava sempre de apresentar as campanhas aos clientes, mesmo que em algumas situações não fosse o nome mais indicado para tal.

No entanto, até mesmo Draper percebeu que era preciso investir no trabalho em equipe para que a agência pudesse seguir prosperando. Ao longo da série ele passa a acreditar mais no potencial de Peggy e permite que ela deixe a mesa na qual trabalhava como secretária para fazer parte do time criativo.

4. Cuide da sua imagem pessoal

Segundo Don, “poder não é nada sem carisma, sem liderança, sem atitude”. Com isso ele queria dizer que um publicitário deveria cuidar de sua própria imagem se quisesse ser tão bem-sucedido na profissão quanto ele.

Mesmo sem ser um homem exemplar em alguns aspectos, Don prezava por sua reputação e gostava de ser visto como um profissional ousado, bem preparado, criativo e engajado com os objetivos de seus clientes.

Viu como uma série pode ensinar várias lições para os publicitários? Bateu curiosidade para começar a assistir aos episódios de Mad Men? Então aqui vai mais uma dica: ela está disponível na Netflix!

Se gostou deste texto, aproveite para compartilhar este post nas suas redes sociais e para apresentar esse seriado aos seus amigos e colegas de trabalho!

Quer receber mais conteúdos como esse ?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Share This